search
 
     
_
skip to the main content area of this page
 
Exposições

Administração e Medidas de Defesa


Na sequência da chegada dos portugueses a Macau no séc. XVI, a escassamente povoada península desenvolvia várias actividades comerciais e transformou-se gradualmente num importante porto comercial que servia a China e o Ocidente. As outras potências europeias cobiçavam a cidade de Macau. No séc. XVII, os portugueses começaram a construir fortalezas e estruturas defensivas ao longo das zonas de costa de Macau e em locais estratégicos com o consentimento explícito dos governos Ming e Qing, através da política de “controlar os estrangeiros por via dos estrangeiros”.

Para aumentar a capacidade defensiva de Macau, os portugueses construíram uma fundição de canhões perto da Fortaleza de Nossa Senhora do Bom Parto em Praia Grande, que fornecia equipamento militar de defesa como canhões ao mercado local, o qual era ainda exportado para a China, Japão, Sudeste Asiático e Europa.

 

“Reminiscências da Rota da Seda - Exposição de Relíquias Culturais da Dinastia Xia do Oeste” inaugurou no Museu de Macau

Para celebrar o 20.º aniversário da transferência da administração de Macau para ......

“Reminiscências da Rota da Seda - Exposição de Relíquias Culturais da Dinastia Xia do Oeste” inaugura Sexta-feira no Museu de Macau

Para celebrar o 20.º aniversário da transferência da administração de Macau para ......

Exposição “O Tempo Memorável – As Indústrias do Artesanato Tradicional de Macau” patente em Banguecoque
2018/11/11-19

Por iniciativa conjunta do Instituto Cultural do Governo da RAE de Macau e do Ce ......

Exposição “Conjunto de Preciosidades – Exposição de Colecções em Comemoração do 20.º Aniversário do Museu de Macau” inaugura na Sexta-feira

A fim de comemorar o seu 20º aniversário, o Museu de Macau, sob a égide do Insti ......

Actividade de Atribuição de Prémios

Em celebração ao 20º Aniversário do Estabelecimento, o Museu de Macau lança uma ......